Fotografia0233

Mal-acabados de sair do Verão, e antes mesmo do do Santo castanheiro e água-pezista Martinho, e já vejo anunciado o Natal. Pode ser, isto? Pode, mas só porque a maioria alinha e se deixa contaminar por esse espírito, na raiz virtuoso, sem dúvida, porém hoje em dia transformado numa urgência ansiosa, na pressa das compras, na lista delas, nos bonitos papéis de embrulho, nos tantos bons negócios que há para fazer, enfim, «nisso» que não deixa lugar para o Outono, e que paulatinamente vai transformar a paisagem outonal urbana, para falar da que conheço melhor, numa feira infernal até meados de Janeiro de 2015.

 

Anúncios