É à entrada de um Mcdonald’s. É um rapaz que vai para a praça apanhar chuva e gritar em Inglês frases saídas do que o cinema e as tevês deixaram a germinar na cabeça dele. O rapaz grita muito alto (o meu professor de música diria forte) insultos em filme norte-americano e fica todo vermelho. Mais à frente diz, agora em Português, que não podia deixar de dizer aquilo que disse, porque nós somos todos uns motherfuckers. E depois o rapaz volta para debaixo do telheiro do Mcdonald’s e geme, geme uma indignação insana, de rapaz perdido da vida e do juízo. Em redor dele dezenas de adolescentes fazem como se ele não estivesse ali a gemer, e comem hambúrgueres e batatas fritas, e os pombos (dezenas deles, todos molhados) apanham as que caem.

Anúncios