volendam_02

«Digam o que disserem, o cristianismo, essa flor do judaísmo, continua a ser um dos dois pilares principais em que assenta a civilização ocidental, sendo o outro a Antiguidade mediterrânica. A negação de um destes pressupostos fundamentais da nossa moralidade e erudição, ou até de ambos, por qualquer grupo da comunidade ocidental, significaria a sua exclusão da mesma, e uma inimaginável, de resto, louvado seja Deus, nem sequer exequível redução do seu estatuto humano. (…) Tempos exaltados, como o nosso, que sempre tendem a confundir meras manifestações da época com o eterno (por exemplo, liberalismo e liberdade) e a despejar a criança com a água do banho, exortam toda a pessoa mais séria e livre a que não se limite a flutuar ao vento da época, a regressar às bases, a voltar a ganhar consciência das mesmas, e a insistir nelas sem transigir. A crítica que o século faz dos assuntos morais cristãos, as correcções (…), permanecem, por muito fundo que cheguem, por muito transformadores que sejam os seus efeitos, movimento de superfície. Elas nem sequer tocam naquilo que condiciona, define e vincula (…) o cristianismo cultural do homem ocidental (…) uma vez conquistado e nunca alienável.»

Thomas Mann em Viagem marítima com Dom Quixote (1934)

Anúncios